Translate

Google+ Badge

quinta-feira, 19 de março de 2015

Filosofando: Idealismo x Realismo

Oi!

Antes de começarmos a falar sobre os filósofos, temos que entender um pouquinho a origem das ideias que surgiram a partir de duas correntes filosóficas, realismo e idealismo. Acompanhe o post e entenda.

Idealismo

O Idealismo é a escola do pensamento educacional promovida por Platão em 400 a.C. Ele achava que humanos poderiam progredir de dentro para fora, corrigindo seus pensamentos e descobrindo o conhecimento desde o nascimento. O Idealismo se concentra no raciocínio e na maneira pela qual a pessoa pode trazer à tona o conhecimento que tem dentro de si. Na sua visão, o mundo existe somente na mente das pessoas e esta verdade definitiva reside em uma consistência de ideias. Portanto, quanto mais perfeitas tornam-se nossas ideias, melhor podemos servir ao mundo.

Realismo

O Realismo é a escola de pensamento educacional promovida pelo aluno de Platão, Aristóteles. Essa escola afirma que a única realidade é o mundo material, que o estudo do mundo exterior é o único meio confiável de encontrar a verdade; o mundo é um fenômeno objetivo ao qual a nossa mente precisa aderir. Conseguimos cada vez mais conhecimento através do estudo adequado do mundo. No Realismo, uma pessoa é um vaso vazio de conhecimento, e este só pode vir de fora do ser, através da observação. Essa filosofia foi a mãe do método científico, um sistema de investigação baseado em fatos objetivos.

A filosofia e o professor

Realismo e Idealismo são fundamentalmente visões opostas e a filosofia de um professor ficará evidente em sala de aula. Um idealista, por exemplo, ansiará pelo papel de mediador, guiando os estudantes em direção à verdade. Os estudantes serão capazes de procurar pela verdade independentemente, pensando livremente, sob a orientação cuidadosa do professor. Como mediador, o professor não assumirá o papel de autoridade absoluta, mas será um guia gentil para o estudante. Um realista, em contrapartida, almejará infundir conhecimento nos estudantes de fora para dentro. Esse professor procurará empregar o método científico de hipóteses e o estudo cuidadoso sobre o uso da pura razão lógica, como o que se encontra na educação idealista. O Realismo tem a ver com o behaviorismo, que é um sistema de aprendizado por meio de castigo e recompensa. Confiando unicamente na informação do mundo exterior, o Realismo não leva em consideração o pensamento original do estudante. O professor será visto, então, como a maior autoridade, uma figura à qual os estudantes precisam responder e não um guia que pode ser questionado.

Esse post é um introdutório para nossos estudos filosóficos, para entender suas ideias e princípios é necessário estudarmos as correntes filosóficas. Assim iremos compreender a contribuição de cada filosofo para a educação que influencia até os dias atuais.

Espero que tenham gostado do post.
Aguardem os próximos posts.
Beijinhos*



Nenhum comentário:

Postar um comentário