Translate

Google+ Badge

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Modelos pedagógicos e epistemológicos

Oi gente!

Ao fazer estágios nos deparamos com uma realidade difícil de acreditar, muitos questionam a prática com a teoria, por que é tão diferente? Será que a falta de informação faz com que o professor se torne ignorante? Bom vamos estudar os modelos pedagógicos e relacionar com nossas vivencias e a partir dos nossos estudos façam uma reflexão de como você quer agir dentro de sala de aula.
Vamos estudar os três modelos pedagógicos e suas epistemologias, são elas pedagogia diretiva, pedagogia não-diretiva e pedagogia relacional.

O primeiro modelo é a diretiva, o professor é o transmissor de conhecimento, onde ele fala e o aluno escuta, o professor dita e o aluno copia, o professor decide o que fazer e o aluno executa, o professor ensina e o aluno aprende. O professor é o transmissor do conhecimento. Na linguagem epistemológica, o conhecimento se dá a partir de experiências que o indivíduo acumula. O conhecimento está no objeto a ser conhecido e por transmissão. O conhecimento se encontra fora do sujeito. Ou seja, a criança nasce como uma tábua rasa, onde não possui conhecimento e adquire através do outro, que no caso é o professor. Por exemplo, o alfabetizador considera que seu aluno nada sabe em termos de leitura e escrita e que ele tem que ensinar tudo. O nome que se dá a essa filosofia é empírica, defende que o conhecimento se dá a partir de experiências e vivencia com o outro, antes disso o ser não possui nenhum conhecimento.

No segundo modelo a pedagogia não-diretiva, o professor auxilia o aluno, interfere o mínimo possível, pois acredita que o aluno aprende por si e ensinar prejudica o aluno (acredite e isso mesmo). A epistemologia é apriorista, o ser humano já nasce com o conhecimento, nesse caso genético.

No caso do relacional, o professor oferece o material que seja significativo para o aluno, para que ele explore e problematize a sua ação. O conhecimento nesse modelo é construído e para que isso aconteça o aluno deve passar por três fases, a assimilação, onde o aluno age sobre o objeto, a acomodação, onde questiona-se sobre essa assimilação feita sobre o objeto e assim a partir das perguntas levantadas faça a reflexão. O professor acredita que o aluno é capaz de aprender sempre e que ambos aprendem, tanto aluno como professor. A epistemologia é construtivista, onde visa a construção e a descoberta do novo.

Faça sua reflexão e veja qual é sua postura. Estamos em constante desenvolvimento, portanto nunca é tarde para pararmos e mudarmos nossas concepções, veja o que realmente é importante e de que forma podemos oferecer o melhor para nossos alunos.


Beijinhos*

2 comentários:

  1. Nossa Aline eu já te admirava agora ainda mais parabéns pelo seu trabalho e que você continue cada dia melhor e que Deus em Cristo te abençoe com toda sorte de bença!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque muito obrigada, o que me motiva é Deus, ele que direciona meu caminho e da confiança de acreditar que tudo vai dar certo.

      Excluir