Translate

Google+ Badge

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

História da educação


Oi gente!

Vamos começar nossos estudos? Esse post irá ficar um pouquinho longo, mas o conteúdo é interessante e muito importante para nossa formação.
Para entender os conteúdos, precisamos relembrar como tudo começou.
A educação passou por grandes modificações, cada época com suas características essenciais para o desenvolvimento do ser humano. Estudar a história muitas vezes parece chato, porém é de grande importância para compreender como chegamos na educação de hoje e como essas transformações colaboram para o crescimento da sociedade que vivemos. Dentre os períodos separei os principais e mais estudados no curso de pedagogia.

Período da educação primitiva
Pouco estudamos a educação primitiva, mas pesquisadores inferem que a educação nesse período foi marcada pela imitação, onde as crianças imitavam os adultos de forma espontânea. Eram nômades (não possuíam morada específica), suas tarefas eram para a sobrevivência, como caça, pesca, pastoreio e agricultura, não possuíam um orientador para explicar suas atividades e não se obrigava a executá-las, desta forma se acreditava que desenvolviam suas habilidades por intermédio das necessidades.

Período da educação oriental
Nesse período os povos existentes eram civilizados e a educação já tinha um propósito intencional. Iniciou o processo de escrita em alguns países orientais e a criação de algumas escolas. No Egito, as crianças frequentavam a escola a partir dos 6 ou 7 anos, onde aprendiam a ler, escrever e contar. A educação para os hebreus era baseada nos livros sagrados (Tora e Talmud). Entre os hindus, a educação era privilégio das castas superiores, embora não fosse comum as escolas, os pais eram responsáveis pela educação de seus filhos tendo como base os textos Vedas.

Período da educação clássica
Marcado por incentivar as técnicas intelectuais a levar o aluno a pensar, essa educação foi desenvolvida entre os séculos V a. C e V d.C, na região de Grécia e Roma.
Vamos simplificar e resumir as principais características. Na Grécia, os representantes são Sócrates, Aristóteles e Platão; tem como princípio o desenvolvimento individual visando preparar o intelectual da personalidade e cidadania, seus ideias são pautadas na liberdade política e moral. Em Roma não existia democratização, sua educação dava ênfase à formação moral e física (formação do guerreiro) e possui o ideal de direitos e deveres.

Período da educação medieval
A igreja católica é a principal protagonista dessa época, com isso a educação teve grande influência religiosa. Quem determinava o que deveria ser estudado era os integrantes da igreja, porém o objetivo não era apenas religioso, mas também desenvolver a habilidades como falar, refletir, pensar, debater e concluir; desenvolver a leitura do latim e transmissão de técnicas. A maioria dos estudantes vinham da nobreza, pois tinham condições de manter seus filhos na escola. Já os camponeses não tinham recursos financeiros. No final da idade média, nos séculos XIV e XV, com o surgimento da burguesia, as universidades tiveram muitos estudantes dessa classe, seus pais os direcionavam para estudar medicina, artes, direito, filosofia e arquitetura.

Período da educação humanista
Nesse período surge uma escola secundária com uma educação humanista, usando uma nova versão greco-romano. A característica dessa escola era o ensinamento livre e crítico, assim retornam matérias cientificas e os exercícios físicos são valorizados.

Período da educação reforma cristã
No século XVI, a Igreja Católica estava passando por uma forte crise. Com isso o protestantismo ganhou forças e surgiram novas religiões na Europa como, por exemplo, o calvinismo e o luteranismo. A partir dessa situação, Inácio de Loyola cria a companhia de Jesus, onde muitos jesuítas foram encaminhados para os continentes africano, americano e asiático, com o objetivo de catequizar os nativos. Os principais representantes foram Padre Manoel da Nobrega  e José de Anchieta, os mesmos catequizaram os índios.

Período da educação naturalista
Com base nas ideias de Jean-Jacques Rousseau, a educação naturalista teve influência decisiva a educação moderna. Rousseau acreditava em uma educação como: liberdade, atividade pela experiência, diferença entre a mente da criança e do adulto (a criança não é um adulto em miniatura e sim um ser em desenvolvimento). Portanto a educação deveria ser integral, que atenda aos aspectos físicos, intelectuais e morais. Suas ideias inspiraram pensadores e educadores, dos quais se destacou Pestalozzi.

Educação atual
A educação passou por avanços significativos, porém ainda estamos em desenvolvimento. Hoje a educação é para todos, todos tem o direito de estudar, mesmo com a precariedade, temos o direito do conhecimento, que em outras épocas foi negado. Infelizmente a educação apresenta muitas deficiências, como infraestrutura, recurso de materiais, sistema fechado e professores desmotivados. Vamos reagir e mudar essa situação, temos nas escolas simples crianças e com sua ajuda podem se tornar grandes profissionais.

Obs: Esse conteúdo é mais extenso, porém simplifiquei o máximo e priorizei os assuntos mais importantes. Espero que tenham gostado e que ajude de alguma forma. Em caso de dúvidas deixem nos comentários aqui embaixo.
Gostou do post? Em breve temos mais, pra me acompanhar é só seguir.

Beijinhos*

Nenhum comentário:

Postar um comentário