Translate

Google+ Badge

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Concepção pedagógica construtivista


Olá pessoal!


As concepções pedagógicas são bases para nossa prática de ensino, já estudamos o pensamento tradicional. Esse post irá abordar a concepção construtivista. Uma linha de estudo que até hoje está sendo estudada por teóricos e confundida com outras concepções por professores.
O construtivismo foi desenvolvido pelo psicólogo e epistemólogo suíço Jean Piaget, no início da década de 1920. Também foi de fundamental importância, para o desenvolvimento do construtivismo, as pesquisas realizadas pelo psicólogo russo Lev Vygotsky.

Conceito baseia em:

- O centro do processo de aprendizagem é o aluno.

- O professor não é um mero transmissor de informações, mas sim um facilitador e orientador do processo de aprendizagem. O professor tem a função de colocar o estudante diante de situações (práticas ou teóricas), para que estes encontrem soluções e, desta forma, construam o conhecimento. Neste processo, a experiência de vida do aluno e seus conhecimentos, anteriormente adquiridos, são de fundamental importância.

- Os níveis de amadurecimento, desenvolvimento e conhecimento de cada aluno deve ser respeitado e levado em consideração no processo de aprendizagem.

- Ao docente cabe também a função de incentivar os alunos na busca de novos conhecimentos e na aprendizagem de novos conceitos.

- O aprendizado vai sendo construído aos poucos. Um novo conhecimento ou conceito é aprendido a partir de conhecimentos e conceitos anteriores.

- O ensino é realizado e percebido como um processo dinâmico e não estático, como ocorre nos métodos pedagógicos tradicionais.

- O conhecimento não é entendido como uma versão exata da realidade, mas sim uma reconstrução daquele que está aprendendo.

Características

Sala de aula: é um o espaço no qual os alunos estão reunidos para aprender, não de forma de memorização, reprodução ou conteúdos prontos,  mas sim um local em constante movimento de entrada de conhecimentos, possibilidades, criatividade, sonhos e acontecimentos.

Metodologia:
ETAPA
DESCRIÇÃO
Resultados do ano anterior
Analise os resultados do que deu certo e errado no ano anterior.
Qualidade do aprendizado
Crie um sistema de avaliação que priorize a qualidade de aprendizado e não apenas a quantidade de conteúdo memorizado.
Fazer diferente
Levante novas estratégias pedagógicas, adequadas aos modelos de aprendizagem dos seus alunos.
Gerenciamento da sala de aula
Crie procedimentos para o gerenciamento e gestão de sala de aula.
Resolução de conflitos
Crie um sistema de resolução de conflitos aluno x aluno, aluno x professor, professor x pais.
Relacionamento com a família
Crie estratégias para encantar e se relacionar com as famílias dos alunos.
Participação da família
Crie estratégias e atividades para a participação da família no ambiente escolar e fora dele.
Habilidades e necessidades
Levante pontos fortes e fracos dos alunos, trace objetivos, crie intervenções e monitore semanalmente.
Portfólio individual
Levante os modelos de aprendizagem dos seus alunos e trabalhe as inteligências.
Portfólio do professor
Levante seus pontos fortes e fracos e trace um plano para sua mudança pessoal, com metas, estratégias e tarefas a realizar.

Fonte: BRITO, 2012, p. 2.

Relação aluno-professor: O professor é mediador e não é o dono do saber. Existe uma troca de experiências e conhecimentos entre ambos. O aluno é o sujeito de sua aprendizagem, ou seja, um ser ativo que participa do processo.

Avaliação: Não existe prova para avaliar o aluno, mas uma auto avaliação para a reflexão de sua aprendizagem. O erro não é visto como um tropeço, algo ruim, mas como algo que desafia o aluno, desta forma o erro é fundamental para a percepção do conhecimento.

Segundo Piaget, a criança ela passa por estágios, onde a interação do meio com o sujeito constrói seu conhecimento.

ESTÁGIO
IDADE
CARACTERÍSTICAS

Sensório-motor

0-2 anos
As crianças adquirem capacidade de administrar seus reflexos básicos para que gerem ações prazerosas ou vantajosas. É um período anterior à linguagem, no qual o bebê desenvolve a percepção de si mesmo e dos objetos a sua volta.

Pré-operacional

2-7 anos
Caracteriza-se pelo surgimento da capacidade de dominar a linguagem e a representação do mundo por meio de símbolos. A criança continua egocêntrica e ainda não é capaz, moralmente, de se colocar no lugar de outra pessoa.

Operações concretas

7-11 anos
Tem como marca a aquisição da noção de reversibilidade das ações. Surge a lógica nos processos mentais e a habilidade de discriminar os objetos por similaridades e diferenças. A criança já pode dominar conceitos de tempo e número.

Operações formais

12 anos
Essa fase marca a entrada na idade adulta em termos cognitivos. O adolescente passa a ter o domínio do pensamento lógico e dedutivo, o que o habilita à experimentação mental. Isso implica, entre outras coisas, relacionar conceitos abstratos e raciocinar sobre hipóteses.
Fonte: Ferrari, 2012, p. 3

Alguns pensadores foram influenciados por essa concepção, como Emília ferreiro, aluna de Piaget, que desenvolveu uma técnica para alfabetização das crianças. (que iremos estudar em outro post)

A concepção é maravilhosa, desde que tenha poucos alunos em sala de aula, pois o professor é apenas um mediador do conhecimento do aluno e deve observar a individualidade e necessidade de cada um. O conhecimento é uma troca de experiências e relações com o meio, portanto o meio deve ser inovador e explorador para o aluno. Vemos que a realidade das escolas pública não favorece para que possamos trabalhar desta forma, pois a quantidade de aluno em sala de aula é lastimável, porém o professor com sua dedicação tenta promover aulas onde o aluno tenha interesse e seja um ser ativo e participativo dentro de sala de aula. Mas não podemos fugir da concepção tradicional, somos obrigados pelo sistema a permanecer obrigatoriamente com o uso do livro, carteiras enfileiradas, salas organizadas e em silêncio. Não desistam e acreditem no seu potencial e dos seus alunos. Você segue o sistema, mas quem está dentro da sala é você.

Espero que tenham gostado.

Beijinho*
Até a próxima😘

Nenhum comentário:

Postar um comentário