Translate

Google+ Badge

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Alfabetização


Olá pessoal!

Como prometido vamos voltar com nossos estudos e o tema de hoje é alfabetização.  Este ano tenho o prazer de trabalhar com o primeiro ano, desta forma, iremos ter muitos conteúdos voltados a esse tema, então se preparem!
Neste post irei pontuar 5 práticas essenciais para ajudar a turma no aprendizado e orientar os professores de como auxiliar nesse processo, que para uns é desafiador/prazeroso e para outros complicado/cansativo.

1.   Identificar o que cada criança sabe

Como assim?

Avaliar o nível de conhecimento individual, com intervenções adequadas para cada aluno. Antes de ser inserida no contexto escolar, a criança já tem contato com diferentes tipos de textos, desta forma cada uma apresenta uma bagagem que é introduzida pela família.
Quando estamos em uma turma de primeiro ano percebemos que existem diferentes tipos de saberes, alunos pré-silábicos, silábico sem valor, silábico com valor, silábicos-alfabéticos e alfabéticos.



O que fazer?

A melhor forma de avaliar o conhecimento de cada criança é fazer uma sondagem. O que seria isso? Um ditado individual de lista de palavras do mesmo campo semântico, ou seja, do mesmo tema, por exemplo: uma lista de frutas, lista de comida, lista de materiais escolares... com diferentes quantidades de sílabas, desde monossílaba até a polissílabas.



Dicas:
  •  Usar a sondagem para analisar o desenvolvimento dos alunos, ideal uma por mês variando o campo semântico.
  •   Variar as atividades de acordo com o nível do aluno, alunos alfabéticos precisam de novos conteúdos para continuar a apreender.

 2. Realizar atividades focando no sistema  de escrita

Como?

Realizando atividades onde o aluno precisa pensar para obter a resposta, como as relações grafofônicas, ou seja, o aluno relaciona a escrita e o som.
Uma atividade que proporciona esse tipo de reflexão é quando o professor é o escriba e juntos formulam um texto.

Dicas:

  •        Promover momentos de leitura individual para que as crianças percebam a relação das letras, para a formação de palavras e textos.
  • Corrigir, quando pedimos para o aluno escreva do seu jeito, não estamos aceitando o que ele escreveu , caso esteja errado, estamos vendo o que já sabe. Caso escreva de forma incorreta é necessário que ele veja como realmente se escreve.
  •   A cópia é um recurso que eu particularmente uso. Porém em determinados momentos, como: o cabeçalho, rotina, textos criados pela turma...
“Se reconhecermos que a cópia é somente uma das atividades que contribuem para a aquisição da escrita, se a incluirmos como recurso para resolver problemas de produção, se não esperarmos que o resultado seja cópia fiel do modelo e apreciarmos as diferenças como expressão da atividade intelectual dos nossos alunos no processo de reprodução; então, podemos dar lugar à cópia no processo de ensino.

  •   Leitura coletiva feita pelo professor, destacando características de linguagem.


      3. Criar projetos didáticos para alfabetizar

Como assim?

Um processo planejado com a participação dos alunos que tenha um objetivo de pesquisa e resulte em um produto final. Deve promover interesse de todos envolvidos e sentido aos alunos. O tema para o projeto deve ser escolhido pela turma ou o professor deve observar o que chama a atenção dos alunos. Desta forma, o conteúdo a ser trabalho será de fácil compreensão, já que os alunos já estão envolvidos. Podem ser criados diferentes projetos como: Eu sou o autor, onde cada criança irá confeccionar um livro e no final eles vão expor e autografar, criações de jogos que estimulem, cada criança cria seu jogo e compartilha com a turma no final, reciclagem do lixo, onde irão trabalhar seleção e para onde vai o lixo...

    4.  Trabalhar com sequência didática
O que é?
“É um termo em educação para definir um procedimento encadeado de passos, ou etapas ligadas entre si para tornar mais eficiente o processo de aprendizado.”




A sequência deve ter um objetivo a ser alcançado no produto final, onde terão passos para chegar até lá. O ideal é promover desafios para que os alunos tenham metas a ser conquistadas.  Os alunos podem alterar aos passos da sequencia, o professor pode orientar de acordo com as expectativas da turma.

A sequência deve ser bem organizada para que não fuja da proposta estabelecida e assim avaliado cada parte.

Etapas presentes na sequência didática:

·         #Dica 1 Explorar as habilidades socioemocionais:
São atividades que permitem que as crianças identifiquem sentimentos, emoções e organizações sociais. O foco é o autoconhecimento e a socialização e interação com os colegas.
·         #Dica 2 Explorar os sentidos:
Nessas atividades, o foco é a descoberta da visão, audição, tato, olfato e paladar.
·         #Dica 3 Explorar linguagens:
Aqui, entram as atividades em que a turma trabalha a linguagem oral e escrita, a música, o desenho e outras mídias (como vídeos, jogos online, etc.).
·         #Dica 4 Explorar conceitos matemáticos:
Ocorre quando são apresentadas noções de maior e menor, perto ou longe, formas geométricas, números, somas ou subtrações.
·         #Dica 5 Explorar conteúdos específicos:
Finalmente, há espaço para o aprendizado de temas específicos como natureza, literatura ou arte, entre outros.
Durante a sequência, garanta que haja um equilíbrio entre atividades individuais, em duplas e coletivas. Cada uma delas vai gerar interações e aprendizado distintos. Enquanto um exercício individual foca nos conhecimentos adquiridos por cada criança e exige mais concentração, duplas são excelentes para que cada um exponha pontos de vista e, juntas, elas discutam hipóteses. Já grandes grupos proporcionam trabalho em equipe, respeito às regras e troca de aprendizados.

    5. Atividades permanentes

O que é?

São atividades que devem estar na rotina todos os dias, como leitura de livros, escrita de textos e palavras com o professor escriba ou correção de palavras escrita pelos alunos, leitura do alfabeto, chamada dos alunos com crachás e entre outras. Proporcione momentos de brincadeiras onde possa de forma lúdica apresentar os conteúdos.

Dica:

Leve para sala de aula, diferentes gêneros textuais.

Digo sempre que a aula deve ser prazerosa para os alunos e para o professor, para que haja aprendizagem precisa ser significativa.

Espero que tenham gostado.
Dúvidas comentem 😘
Beijinhos*

Nenhum comentário:

Postar um comentário